Tradução resumida e adaptada do depoimento de Cidney Straub em seu post sobre seu processo de recuperação com o skin picking.

#Repost @cydney.straub
• • • • • •
Dayton, Ohio

Oi! Sou Cydney e sou uma skin picker. Quando estou ansiosa, entediada, nervosa, assustada, distraída, etc., cutuco a minha pele. E, na maioria das vezes, começo a cutucar sem nem perceber que estou fazendo isso. Tenho o mau hábito de usar a lanterna do meu telefone para ajudar a ampliar e iluminar meus poros enquanto estou cutucando. Mas, apesar de ainda estar lutando com isso, tem se tornado muito melhor e mais gerenciável a cada dia que pratico o amor próprio e faço coisas para cuidar do meu corpo. 🙏🏻

Me sinto melhor em saber que, embora eu ainda esteja me cutucando, tudo ficou MUITO MELHOR com a ajuda do meu terapeuta incrível, o apoio e o amor incondicional do meu marido e família, atenção plena, redução da ingestão de açúcar, transição de um vida sem exercício para exercícios diários, comendo alimentos saudáveis ​​e bebendo shakes, fazendo suplementação de colágeno, tomando banho depois dos meus exercícios e usando um detergente natural para a roupa.

A combinação de todas essas coisas me ajudou a perceber que POSSO controlar essa condição. Estou muito emocionada ao ver quanto progresso fiz nos últimos 3 anos (eu até fiz uma tatuagem este ano!).

***

📷 A segunda foto é uma comparação do braço esquerdo dela: 2016 e hoje.

Viu? Não tem pílula mágica! Some novos hábitos na alimentação, na atividade física, medicamentos de apoio e tratamento psicológico para ver os resultados aparecerem.

A chave do controle sobre esta condição está em deixar velhos hábitos: abandonar uns e substituir outros por novos e melhores, todos que possam apoiar você na luta para controlar o skin picking.

É possível. Faça o que estiver a seu alcance. Aproveite que o ano está acabando. Se não for pra começar hoje, comece a analisar e planejar aquilo que você pode mudar em 2020. E do planejamento, parta para a ação! Força! Estamos de mãos dadas nessa batalha! 💙💙💙


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *