Depoimento da Larissa falando sobre o seu processo de recuperação com o skin picking. Ela está progredindo e passou para contar como tem sido o processo. E a cada história de superação a gente se inspira e vibra juntos!


***

“Não sei o que mudou em mim, mas agora tenho certeza que existe, sim, uma forma de parar.

Há dois meses recebi um conselho que eu mal sabia que seria o começo da minha tão sonhada mudança: “CONTE PARA ALGUÉM SOBRE A SUA CONDIÇÃO”. Quem convive comigo já sabe, então contei para alguém que não sabia e que poderia se assustar e sair correndo. Criei coragem e falei. E foi totalmente diferente do que eu imaginei. Fui tratada de uma forma incrível: a pessoa me encheu de elogios, disse que eu não precisava fazer isso (escoriar a pele) e que me daria motivos para não fazer. Não sei bem explicar o porquê, mas falar para uma pessoa nova sobre a compulsão, e ela ter recebido tão bem, fez toda a diferença para mim.

Desde então parei de me machucar. Hoje minha perna esquerda não tem nem uma casquinha sequer, e eu me sinto na obrigação de não tocar mais nela. Só eu sei como olhar para a minha pele ferida me fazia mal. Ainda tenho manchas e não saio com as pernas de fora, mas só o fato de ter conquistado isso já está fazendo com que eu também consiga deixar cicatrizar a perna direita.
É devagar, um passo atrás do outro, e muita, mas muita força de vontade… Mas agora eu sei que é real, é possível!”

***

O que todos nós temos em comum é a obrigação de aceitar, entender e lutar diante da nossa condição. Skin picking não é uma condenação de clausura. É uma condição com a qual só precisamos aprender a lidar.

A sociedade desconhecer a nossa doença é culpa – em parte – do nosso próprio comportamento de nos escondermos do mundo. Se nós mesmos ainda estamos descobrindo que isso é uma doença, o que esperar das outras pessoas?

Se alguém não reagir bem quando você falar sobre o skin picking, devolva informação. Recomende a leitura do DSM 5. O capítulo que fala do skin picking está na seção sobre aqui do site. Mas não se esconda mais. Nossa arma é falar com propriedade, com informação. Lute! 🤼‍♀️⚔


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *