O tempo tá passando. Procrastinar gera ansiedade, angústia, nos sentimos sem energia física e mental para encarar o que precisamos: tratamento médico.

Foram duas consultas médicas em 2 dias de chuva, trânsito, um saco. Reclamei mentalmente por ter que fazer isso 2 dias seguidos mas me parabenizei, porque não permiti que a minha preguiça ou mau humor boicotassem o meu tratamento.
Fiquei pensando sobre por que as pessoas costumam adiar tanto as idas ao médico. A maioria só se mexe quando a situação está crítica. Pra quem sofre de skin picking me parece que é ainda pior. Sabemos que possivelmente sofremos desse transtorno – e talvez até outros – e mesmo assim evitamos ir ao médico, por medo, sei lá. Fato é que um dos fatores que mais desencadeiam o picking é a ansiedade. E o que ficar procrastinando faz com a gente? Gera mais ansiedade, angústia, nos sentimos sem energia física e mental para lidar com aquilo que precisamos fazer (encarar um tratamento) e estamos fugindo. Isso faz a gente procrastinar mais um pouco, falta ânimo pra encarar. Aí vem a ansiedade de novo, o sentimento de impotência, a vergonha, e acabamos detonando a nossa pele mais uma vezinha, para nos “compensarmos” pelas nossas fraquezas. Um ciclo vicioso e triste, que toma conta da vida enquanto ela está passando. E tem gente sem usar roupa curta no verão e só reclamando das lesões/manchas.
ATÉ QUANDO VOCÊ VAI NEGAR QUE PRECISA DE AJUDA MÉDICA? ATÉ QUANDO VOCÊ VAI USAR A MULETA DE QUE O PRIMEIRO TRATAMENTO NÃO DEU CERTO, QUE OS MÉDICOS NÃO ENTENDEM E POR ISSO DESISTIU DE TENTAR? Trocar com outros portadores receita de cremes para cicatrização e clarear manchas são apenas paliativos, não vão ajudar você a parar de escoriar a sua pele. Só se você realmente ESCOLHEU DESISTIR, aí terá que viver com as consequências: as cicatrizes, as manchas, as feridas eternamente abertas e inflamadas. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Não escolha conviver com algo que pode ser controlado! É como dizem aqueles parentes (e a gente odeia escutar): É SÓ QUERER QUE VOCÊ PARA. Mas, não sozinho, como eles pensam, e sim com ajuda médica e dedicação com o tratamento. Pare de deixar a vida passar e dê o primeiro passo, busque ajuda profissional. É POSSÍVEL PARAR.


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *