Viver com skin picking: você é quem decide como, sim.

Li uma frase outro dia no IG da @jheni.lourenco: “As pessoas não querem emagrecer, elas querem ser emagrecidas”. É sobre compulsão alimentar, obviamente, mas isso mexeu comigo de verdade.

Me “apropriei” dessa provocação que considero positiva pela reflexão que provoca, trocando para “as pessoas não querem parar de se escoriar, querem que algo as faça parar”.

Faz sentido pra você? Pra mim, total!

Vamos pensar juntos: quanto tempo você tem perdido procurando soluções instantâneas que resolvam o problema do skin picking na sua vida? Quantas consultas médicas? Quantos medicamentos? Quantas pomadas? Você tem de fato *arregaçado as mangas* pra fazer algo por esse objetivo, algo que só dependa de você, como mudar uma coisa na sua rotina, nos seus hábitos, nas suas relações pessoais? Pode ser um palpite equivocado, mas acho que poucos vão responder que sim. 🙄

O que me leva a outra reflexão que compartilhei por aí hoje:

Só você tem o poder de decidir como você pretende [con]viver com o skin picking. Somente se revoltar contra a doença e os tropeços (recaídas) que fazem parte do processo de recuperação realmente não resolve nada, só torna a vida mais triste, amargurada. Pense: “Tenho isso sim, tá aí, tenho que conviver com isso. O que posso fazer para melhorar essa situação?”. É como um diabético, um celíaco recém diagnosticado, alguém que perde um membro do dia para a noite.

Você tem duas opções:

1️⃣ Ligar o f…-se e tentar ser feliz com os sintomas.

2️⃣ Promover mudanças na sua conduta, na sua rotina, se adaptar no que for preciso, para que os sintomas não se manifestem (ou pelo menos em menor intensidade ou frequência) e você sinta menos a existência da doença em você.

É uma escolha. Eu escolhi a 2ª opção, mas não tem certo ou errado. Hoje sou muito mais feliz, mesmo com o tanto que tive que abrir mão, sair da minha zona de conforto e me adaptar.

❎ O erro está em escolher o f…-se e continuar se lamentando pelos sintomas da doença. 🤷🏼‍♀️

O negócio é ser feliz! Mas o COMO é escolha sua!

O que você pensa a respeito? Enxerga outra opção?

#skinpicking #escoriaçao #ansiedade #dermatilomania #dermatotilexomania #transtornodeescoriacao #pele #compulsao

Categorias: Para refletir

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *